CURSO DE GRAFOTÉCNICA E DOCUMENTOSCOPIA, 2a EDIÇÂO EM SÂO JOSÈ DOS CAMPOS

No útlimo sábado (07/07), 36 pessoas participaram da 2ª edição do Curso de Documentoscopia e Grafoscopia em São José dos Campos. O curso foi ministrado pela perita Mara Cristina Tramujas Calabrez Ramos.
 
 
36

Participantes


Quantidade de participantes do curso
São José dos Campos (SP) – Com a presença de 36 pessoas, a Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo (Arpen/SP), sob a coordenação da professora e perita judicial, Mara Cristina Tramujas Calabrez Ramos, realizou o Curso de Grafotécnica e Documentoscopia, na cidade de São José dos Campos, na tarde do último sábado (07.07). Durante o treinamento, a professora explicou técnicas de descoberta das falsificações e adulterações de um documento. No entanto, segundo a especialista, o objetivo do curso não é transformar alguém em perito, mas sim, que fazer com que o cartório desenvolva um Procedimento Operacional Padrão (POP) e que “todos façam análise da mesma maneira”. “É muito mais fácil você desenvolver um método do que cada um fazer de um jeito, porque quando tiver uma dúvida, converse com o colega, que já desenvolveu a habilidade para aquela análise”, ressaltou.
O curso, dividido em dois módulos, documentoscopia e grafotécnica, teve a parte teórica e prática, no qual os alunos puderam ver como as falsificações acontecem e identificá-las. Durante a palestra foi ressaltado outro ponto importante: os momentos frágeis que podem causar erro, como em momentos que há uma grande quantidade de documentos, em que um documento fraudado pode se tornar legal; no final de expediente e balcão cheio. Todos eles podem levar a cometer erros caso não se tenha cuidado. “Tem que aprender a trabalhar nesse universo. Um funcionário seguro é rápido, eficaz e eficiente no processo de análise”, frisou a professora.
Na parte prática, os alunos foram distribuídos em grupos de funcionários de cada serventia, que analisaram assinaturas, tentativas de falsificação e conheceram instrumentos importantes para essa análise, como lupas e luzes especiais. “Eles puderam executar os serviços com tranquilidade, numa bancada boa, já que o material que a Arpen fornece é de extrema necessidade para eles”, destacou a perita.
Fonte: Assessoria de Comunicação