CURSO DE GRAFOTÉCNICA E DOCUMENTOSCOPIA EM SÂO JOSÈ DOS CAMPOS

A Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo (Arpen/SP) promoveu na tarde deste sábado (09.06) o Curso de Grafotécnica e Falsidade Documental no município de Registro, localizado a cerca de 195 quilômetros da capital paulista, para um público de cerca de 40 pessoas.
 
 
100

Participantes


Quantidade de participantes do curso
São José dos Campos (SP) – Na tarde deste sábado (19.05), o Curso de Grafotécnica e Falsidade Documental, promovido pela Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo (Arpen/SP), reuniu mais de 100 pessoas entre oficiais e colaboradores de cartórios. A exposição foi ministrada pela professora e perita judicial Mara Cristina Tramujas Calabrez Ramos, no Novotel, na cidade de São José dos Campos. Clique aqui para ver as fotos do evento. Dividido em partes teórica e prática, o objetivo do encontro foi preparar os alunos para identificar fraudes em documentos, por meio de instrumentos importantes para análise, como lupas e luzes especiais. Na abertura, Mara frisou a importância do curso para aqueles que estão à frente do balcão e destacou os momentos mais propícios para erros, como a grande quantidade de documentos, final de expediente e o balcão cheio. "O balcão é o ponto frágil de qualquer cartório e, por isso, o funcionário que trabalha nessa área precisa ser eficaz e eficiente no processo de análise”, alertou.
Segundo a perita, o falsário analisa o cartório antes de agir, sabendo tudo o que acontece, até os hábitos de cada funcionário. Além de destacar o perfil do fraudador, Mara ressaltou como os documentos devem ser verificados. “O documento precisa ser analisado como todo, analisando cada elemento que compõe: o suporte, o instrumento de escrita, o grafismo (forma de escrever de cada um) e seus elementos morfacinéticos, as modificações introduzidos no documento (plassofenia), entre outros”. Veja como foi a avaliação deste curso por parte dos presentes: “Sou perita judicial e para minha profissão é muito importante participar de cursos como esse que está sendo promovido pela Arpen/SP. Tem sido muito comum encontrar documentos falsos, então precisava desse curso para poder ampliar meus conhecimentos”, afirmou Priscila Vidigal, perita judicial. “O curso é essencial, porque trabalhamos o dia todo com essas questões. O encontro serve para atualizar e ajudar a evitar problemas nas serventias. Parabenizo à Arpen/SP pela iniciativa”, falou Fernando Ribeiro, titular do 2º Tabelião de Notas e Protesto de Jacareí. “O curso é importante para atualização dos conhecimentos e aprender novas técnicas de avaliação de documentos”, comentou Carolina Ribeiro, auxiliar do 2º Registro Civil de Guarulhos.
“As explicações da perita Mara Calabrez é essencial para termos um dia a dia mais seguro”, disse Amauri Nero Junior, escrevente do 2º Tabelião de Notas de Jacareí. “O curso é de extrema importância pela iminência de risco que ocorre no dia a dia com as fraudes. Trabalho em um cartório de distrito e acredito que o risco acaba sendo maior, já que os falsários procuram fugir dos grandes centros”, afirmou Tatiana Arantes da Costa, substituta do Registro Civil do distrito de Eugênio de Melo. “O cartório todo se inscreveu, estamos em seis pessoas. Para nossa equipe, é muito importante esta atualização, já que cada dia as fraudes estão mais realistas. Precisamos estar preparados para todas as situações”, falou Katia Madeira, escrevente do Registro Civil e Notas do distrito de Quiriri. “O cartório trouxe dez funcionários para este curso, porque infelizmente documentos falsos são encontrados diariamente”, disse Taís dos Santos Neves, escrevente do Registro Civil de Jacareí.
Fonte: Assessoria de Comunicação